quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Ascendente Câncer ( Parte 1 )

Lara observava a paisagem passar rápido pela janela do ônibus. O estômago estava embrulhado por conta do enjoo de movimento¹ que confundia o seu cérebro e o líquido do ouvido, algo assim...
Em sua cabeça passavam cenas da vida pouca que tivera e dos sonhos que ainda acalentavam seu coração.
Lembrava-se sobretudo de Natália, seu primeiro e possivelmente único amor, devido as novas circunstâncias. Sabia-se incapaz de tê-la de volta por toda a proibição que acometera o relacionamento, entretanto era com ela que sonhava morrer ao lado.

Lara saíra da consulta ainda um tanto trêmula, mancomunada com o medo pelo possível pouco tempo de vida que ainda teria, embora não tivesse tido coragem alguma de perguntar à médica qual era o seu "prazo de validade". Desde o primeiro tumor, aos idos 16 anos, nunca mais tivera sossego, a vida mudou completamente.
"Agora não tem mais saída", pensava enquanto via o verde correr de suas vistas,"Deus deve saber o que tá fazendo".

As dores de Lara não eram nem de longe físicas naquele momento. Pensara em procurar Natália e mendigar um abraço que fosse, mas a ex fora convincente ao dizer que tudo havia acabado inclusive o amor.
Só restava a Lara o auto conforto e a piedade divina...

[CONTINUA, ou não rsrsrs]

--------------------------------------------------------------------------
Nota:
¹ Enjoo de Movimento: O enjôo devido ao movimento (cinetose) é uma afecção comum. O problema do enjoo de movimento acontece devido a uma dessincronização entre os órgãos do sentido: os olhos, os ouvidos e os receptores do equilíbrio. A situação agrava-se se estivermos com ansiedade, se lermos durante o movimento ou estivermos a fazer algo que confunda os órgãos sensoriais. PARA SABER MAIS É SÓ CLICAR!


POR: LIVIA QUEIROZ